resep masakan

Educadores Ambientais cumprem jornada de estudos e práticas na UFOP

No último dia 8, a Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP encerrou a jornada de cinco dias de capacitação e nivelamento. Realizado no campus da Universidade, o I Encontro Presencial do Processo Formativo em Educação Ambiental para Escolas Sustentáveis COM-VIDA 2015 teve a participação de mais de 100 professores/tutores e cursistas de vários estados do País. Dois cursos de Educação Ambiental, dedicados à formação de professores e da comunidade escolar, propostos e supervisionados pelo MEC através da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (CEGEA-SECADI) , e financiados pelo FNDE, integram o processo formativo da UFOP.

O processo de imersão foi coordenado pela professora Dulce Maria Pereira, realizado pelo Centro de Educação Aberta e a Distância-CEAD e pelo Departamento de Engenharia de Produção, Administração e Economia- DEPRO da Universidade. Estruturado em parceria com o Professor Herman Oliveira, da Universidade Federal do Mato Grosso e professor do Curso Escolas Sustentáveis da UFOP, o Encontro foi desenhado com uma programação diversa, onde professores orientadores desenvolveram com os grupos de participantes dos diversos municípios, atividades em oficinas, mesas redondas, palestras, reuniões, assim como tarefas lúdicas. A equipe de coordenação do curso, integrada também pelas professoras Luana Mendes Barros, Tatiana Gomes Ferreira e Tatiane Pereira de Souza, seguiu um conjunto de metodologias pedagógicas para abordar conceitos, práticas e estruturas que potencializassem as vivências dos professores, que viram dos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, São Paulo e Pará, além de diversos municípios de Minas Gerais.

As atividades fazem parte da grade curricular obrigatória para os professores/tutores que trabalham junto aos cursistas UFOP, nos cursos de Extensão e Especialização em Educação Ambiental, na modalidade semipresencial, ofertados pela UFOP e que têm o objetivo principal de aprimorar a atuação desses educadores, através do conhecimento adquirido e também construído; de esclarecer dúvidas e apreender através da convivência com a diversidade das vivências de educadores que trabalham em diferentes territórios das várias regiões do Brasil.

A participação de professores da UFOP como Marger Viana, Fernando ABeCe, Gilberto Fernandes e Jorge Brescia enriqueceram a jornada que, além de todo o conteúdo produzido, espaço de reunião da Rede Educação Ambiental para Escolas Sustentáveis - REAPES, a mais nova ferramenta de integração e informação no campo da Educação Ambiental, planejada, executada e gerida pelo tutor integrante da equipe CEAD-DEPRO, Carlos Castello Branco - Calico, com vasta experiência na gestão de Redes, que também representou a Rede Brasileira de Agendas 21 Locais - REBAL.

Na avaliação da professora Dulce Maria Pereira, coordenadora do Processo Formativo em Educação Ambiental da UFOP, todo o conteúdo estudado, as práticas e as iniciativas avaliadas vão conduzir ao maior diálogo inter-regional e a aprimoramento na relação entre professores, tutores e cursistas com também também servir para consolidação ainda maior da Educação Ambiental e do ensino a distância em nosso País. “Vivemos tempos de relevantes impactos socioambientais. Nós da UFOP, através das metodologias pedagógicas aplicadas, da expansão das ciências ambientais e do desenvolvimento das ecotécnologias, vimos cumprindo nosso papel com responsabilidade, sobretudo no concernente a impulsionar e conceituar uma educação ambiental pós-crítica. O I Encontro Presencial é um passo no contexto dessa proposta. Tem a função prática de nivelar os conhecimentos e a aplicação das metodologias dos cursos para as turma de extensão e especialização; consolidar a formação de professores e tutores; desenvolver os conceitos de educação ambiental pós-crítica, e de tratar temas vitais como segurança alimentar, compras sustentáveis, preservação e renaturalização do meio natural,com ênfase nas águas, focando no cuidado com as pessoas e seus processos nos territórios. Com isso intervimos na vida real e trabalhamos pelas transformações esperadas no nosso território, enraizando as políticas públicas de educação ambiental. Foi uma mobilização para fazer avançar as condições objetivas para tornar a escola um espaço educador sustentável", pondera a professora.

Fonte: Márcia Leivas (tutora enraizadora)

 



 

 


Secretaria do Curso

(31) 3559.1306

Supervisão Pedagógica do Curso

Prof.ª Tatiana Gomes Ferreira

Supervisão do Curso

Prof. Hudson Augusto Silva

Coordenação do curso

Prof.ª Dulce Maria Pereira

(31) 3559.1306

Núcleo Docente Estruturante

Presidente

Prof.ª Dulce M. Pereira

(31) 3559.1306


Coordenador

Prof. Jorge Luiz Brescia Murta

(31) 3559.1306