resep masakan

DEGEP - Departamento de Gestão Pública


A criação do DEGEP - CEAD/UFOP

No ano de 2010 um grupo de professores lotados no CEAD da UFOP se articulou visando a criação de um departamento dentro do CEAD. Esse departamento abrigaria o curso de Administração Pública da UFOP, ofertado na modalidade a distância. Em que pese a diversidade de formação desses profissionais – administração, ciência contábil, história, ciência política e direito – havia um entendimento comum que os esforços acadêmicos poderiam ser centrados no desenvolvimento do curso de Administração Púbica, principalmente pelo fato dele ser relativamente recente no Brasil e apresentar um alto potencial de crescimento.

A fim de construir o novo departamento, foi necessário, primeiramente, alterar o regimento do CEAD, pois ele não abrigava na sua estrutura administrativa a existência de departamentos. Nesse sentido, foram solicitadas diversas reuniões com o órgão máximo de deliberação do CEAD, o Conselho Diretor, para que o mesmo discutisse a viabilidade da estruturação de departamentos no CEAD. Consequente, em reuniões de professores realizadas nos dias 13 e 20 de outubro de 2010, foram definidas a estrutura e a competência das Assembleias de Professores e dos Colegiados de cursos, e uma proposta de alteração da Resolução CUNI/UFOP 806/2007, a ser analisada pelo Conselho Diretor do CEAD.

NO ano de 2011, em agosto, foi encaminhado à Diretoria do CEAD um ofício solicitando providências para a criação do Departamento de Gestão Pública (DEGEP). No documento, firmado por diversos professores em abril de 2011, se define a estrutura administrativa do Departamento e suas políticas de ensino, pesquisa e extensão.

Com a proposta de criação, os anos de 2011 e 2012 foram de intensas articulações para que todos os professores do CEAD se envolvessem na proposta de criação de novos departamentos, sendo que ao final das discussões ficou acertado que seriam dois: O DEGEP (Departamento de Gestão Pública) e o DETEC (Departamento de Educação e Tecnologia). Outro esforço foi no sentido de articular uma frente de ações juntamente com o Conselho Diretor do CEAD para que os órgãos superiores da UFOP, nomeadamente o CEPE e o CUNI, acolhessem a proposta. Não foi uma luta fácil, pois havia uma expectativa do CEAD ser uma estrutura diferenciada dentro da UFOP, sem estar dividido em departamentos. Evidente, à medida que foi se constituindo um grupo de professores lotados nessa unidade ficou claro que para o bom funcionamento e desenvolvimento de suas atividades não poderia se prescindir de uma articulação acadêmica própria, o que os levou, de modo unânime, a acolher a proposta de departamentalização do CEAD. Logo, em 12 de dezembro de 2011, o Conselho Diretor do CEAD encaminhou ofício ao Reitor da UFOP e Presidente do CEPE no qual informa que o Conselho Diretor havia aprovado a criação do DEGEP e solicitando providências da Administração Superior para efetivar sua criação no âmbito da UFOP.

O ano de 2012 foi um longo processo de discussões entre os professores do futuro DEGEP, Conselho Diretor do CEAD e órgãos da Administração Superior, mas apenas em 2013 que as decisões se concretizaram. Para tal, foi de extrema importância a articulação dos professores do futuro DEGEP para que um documento, com suas assinaturas, fosse encaminhado ao reitor da UFOP, juntamente com a solicitação de reunião entre eles e o reitor e seus representantes, para firmar o compromisso dos professores com o novo departamento e relatar as dificuldades de crescimento que a antiga estrutura do CEAD lhes estava impondo. Com essa reunião foi possível que as partes compartilhassem suas dúvidas e de fato ela foi de grande importância para que em outubro de 2013 fosse apresentada ao Conselho Universitário da UFOP a proposta de criação dos dois Departamentos do CEAD, DEGEP e DETEC. E assim, no dia 21 de outubro de 2013, o Conselho Universitário da UFOP deliberou favoravelmente para a criação do DEGEP e DETEC, conforme resolução CUNI n° 1.541.

 

+ Linhas de Pesquisa

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO

Centro de Educação Aberta e a Distância

Departamento de Gestão Pública

Linhas de Pesquisa

1. Instituições, Políticas e Governo

Estado, Política, Governo, Instituições, Federação, Orçamento, Finanças Públicas

Esta linha de pesquisa procura compreender os processos de constituição e organização do Estado bem como as relações reflexivas e determinantes entre Política, Governo e Instituições. Acrescem a esse campo os estudos sobre o federalismo brasileiro e os desafios de gestão do orçamento, da dívida e das finanças públicas.

2. Estratégia, Gestão e Organização

Estudos organizacionais, Avaliação de Políticas Públicas, Processos e Agentes,

Pretende-se recorrer aos estudos organizacionais para analisar e avaliar os processos e especificidades do Estado brasileiro, suas capacidades e estratégias para melhoria dos processos de planejamento e implementação de políticas públicas e prestação de serviços públicos. São focos desta linha de pesquisa:

.  os processos no nível organizacional e os fenômenos de gestão em organizações no âmbito público e no âmbito da gestão corporativa;

.  as ferramentas de apoio do desenvolvimento das análises: teoria das organizações, estratégia competitiva, internacionalização, governança e controle, cultura organizacional, processos de gestão, economia do setor público, métodos quantitativos;

.  o desenvolvimento socioeconômico das sociedades a partir da contribuição do setor público;

.  as possibilidades e metas de bem-viver, as formas produtivas e de comercialização autônomas de comunidades bem como os sistemas circulares de moedas;

.  estudo dos impactos dos grandes projetos, dos processos e métodos dos projetos extrativistas e da relação de tecnologias, desenvolvimento, distribuição de riqueza e de pobreza com deslocamentos forçados, racismo ambiental e natureza;

.  aplicação das ferramentas de gestão ambiental no contexto das demais políticas, processos e ações de agentes públicos no espaço e ao longo do tempo.

3. Transformações do Estado, da sociedade e de políticas públicas

Relações Estado e Sociedade, novos arranjos, redes de cooperação, políticas e território,

Objetiva-se com essa linha de pesquisa compreender as transformações do mundo contemporâneo e seus desdobramentos sobre os arranjos do Estado e da sociedade. Um dos seus desdobramentos refere-se à construção/desconstrução e compreensão de ideologias, sentidos políticos e históricos que emergem a partir das ações de seus atores sociais e que são capazes de impactar a produção do conhecimento e nas práticas cotidianas no âmbito da Administração Pública. O que representa uma mudança de perspectiva ao atribuir olhar atento às regras, princípios, teorias, teses, argumentos capazes de se reproduzir no cotidiano das relações sociais, políticas e administrativas, ganhando sentidos e instruindo uma organização pragmática da sociedade e suas instituições. Com mesmo vigor, propõe-se investigar as dimensões do território e da sustentabilidade ambiental na definição da gestão das políticas públicas nacionais e locais além de compreender a extensão das interferências humanas no ambiente.

4. Gestão Pública, Tecnologias e Inovação

Inovação, tecnologias, metodologias, qualidade serviço público

O objetivo desta linha é pesquisar processos, metodologias e tecnologias voltadas à inovação institucional da Gestão Pública. Nesse sentido, são objetos de atenção as práticas, projetos e processos de inovação e implementação de qualidade nos serviços públicos como também seus impactos socioambientais e na perda ou ganho dos bens e serviços ecossistêmicos.

+ Áreas de Conhecimento

A área de Gestão Pública está ligada à formação básica do curso de graduação em Administração Pública, que teve suas atividades iniciadas no ano de 2007. Seu projeto político pedagógico foi aprovado pelas Resoluções CEPE nº 3455/2008 e 3603/2009.

+ Objetivos Específicos

  • Elaboração de planos de trabalho no seu âmbito regimental e estatutário;

  • Atribuição de encargos didáticos aos seus docentes;

  • Definição de linhas de pesquisa na sua área de conhecimento;

  • Definição de propostas de extensão na sua área de conhecimento e afins;

  • Política de recursos humanos na sua área de conhecimento;

  • Elaboração de plano de capacitação dos docentes na sua área de conhecimento.

+ Identidade Visual

23-11-16 logo ADMPublica versao web

23-11-16 logo DEGEP versao web 

 


Logo Adm. Pública (imagem .PNG)

 


Logo Adm. Pública (.PDF)

 


Logo DEGEP (imagem .PNG)

 


Logo DEGEP (.PDF)

 

 

DOCENTES

Prof. Dr. Adriano Sérgio Lopes da Gama Cerqueira

Profa. Dra. Biancca Nardelli Schenatz

Prof. Dr. Breynner Ricardo de Oliveira

Prof. Dr. Carlos Alberto Dainese

Profa. Dulce Maria Pereira

Prof. Dr. Helton Cristian de Paula

Prof. Me. Lélis Maia de Brito

Prof. Dr. Luciano Batista de Oliveira

Profa. Ma. Mírian Assumpção e Lima

Prof. Me. Rafael de Oliveira Alves

Prof. Dr. Wellington Tavares

Prof. Dr. Wilson José de Araújo

 

 

 

Secretaria do Departamento:

Hugo Leonardo

(31) 3559.1355

 

Chefe do Departamento:

Prof. Wilson José de Araújo

(31) 3559.1947

 

bt calendario 2019

bt calendario 2018